Altitude de Decisão x Hard Deck

Muitos paraquedistas ficam confusos sobre o termo “hard deck” e como ele difere do termo “altitude de decisão”. Definir “altitude de decisão” é fácil: o Manual de Informações do Paraquedista Seção 5-1, Emergências de paraquedismo (USPA), afirma que em uma emergência de paraquedismo:

“C. Você deve decidir e tomar as ações apropriadas em uma altitude predeterminada:

  • Alunos e categoria A: 2.500 pés
  • Categoria B a D: 1.800 pés”

No entanto, definir o “hard deck” é um pouco mais complicado. Pode ter vários significados, dependendo da situação em que é usado, e seu uso mudou ao longo dos anos. No fundo, porém, “hard deck” significa simplesmente uma altitude crucial. A confusão surge porque existem muitos tipos diferentes de hard decks. Compreender o significado do termo conforme ele está sendo usado requer contexto. Você tem que se perguntar “hard deck para quê?”

ORIGEM

O termo se originou com pilotos de caça. “Hard decks” era uma gíria para uma altitude (10.000 pés ou mais) que representava o nível do solo durante os exercícios de treinamento de voo. Se você foi abaixo do hard deck, hipoteticamente caiu e estava fora do exercício.

qual o seu hard deck para desconectar?

Em algum momento, os paraquedistas adotaram o termo, mas ele tinha uma aplicação diferente. Antes de 2002, a seção de Emergências de Paraquedismo do Manual do Paraquedismo (USPA) recomendava duas altitudes: uma para decidir e iniciar o procedimento de emergência e outra para executar esse procedimento. Os paraquedistas começaram a chamar essas altitudes de “altitude de decisão” e “hard deck”, embora nenhum dos termos aparecesse literalmente no Manual do Paraquedismo (USPA). Em 2002, a USPA removeu a altitude secundária (“hard deck”) do seu Manual do Paraquedismo, em parte para reconhecer que as emergências variam e podem exigir respostas diferentes em diferentes altitudes. A altitude “decidir e tomar as medidas apropriadas” foi a única recomendação de altitude que permaneceu.

QUAL A SUA ALTITUDE?

No entanto, só porque a altitude do hard deck foi retirada do Manual, não significa que os paraquedistas pararam de usar o termo. Eles simplesmente começaram a usá-lo em diferentes contextos. E o Manual do Paraquedismo não parava de recomendar altitudes para determinados procedimentos. Um exemplo é encontrado quando falamos de “Pouso Fora da Área” na Seção 5-1 do Manual: “Um paraquedista tentando retornar de uma longa distância deve ter alternativas em mente ao longo do caminho e iniciar uma aproximação em uma área livre para pouso a 1.000 pés”. Nesse contexto, o Manual está fornecendo uma altura para decidir sobre uma área de pouso e iniciar a aproximação: São 1.000 pés.

Mil pés é um tema recorrente. Em uma pane, embora um paraquedista deva decidir e agir de acordo com sua altitude de decisão, ele não perde a opção de desconectar até cerca de 1.000 pés, pois ainda tem altitude suficiente para que o reserva seja totalmente acionado, apesar de não ser uma altitude segura e aconselhável. Você não tem a opção de desconectar após a altura do seu hard deck; a única opção que você tem a opção de acionar o seu reserva direto, para ficar com mais tecido sobre você com o objetivo de diminuir a velocidade sua queda. Nesse caso, o hard deck para desconexão é de 1.000 pés.

A RECOMENDAÇÃO

Para aumentar a confusão, os cursos da USPA usam o termo “hard deck”, mas em um contexto completamente diferente. Por exemplo, no curso de I-AFF, um candidato a instrutor deve comandar o avaliador (fazendo o papel do aluno) a 4.000 pés ou receber uma pontuação baixa automática naquele salto. Esse mesmo candidato também deve se afastar e comandar o seu principal a 2.500 pés. Então, nesses contextos, o hard deck para abrir o velame do avaliador (aluno) é de 4.000 pés e o para abrir o próprio velame é de 2.500 pés.

defina seu hard deck

O ponto principal é que sua altitude de decisão é simplesmente a altitude na qual você deve decidir e agir durante uma emergência. Sua altitude de decisão também pode ser seu hard deck? Sim, mas é simplesmente a altitude para decidir e agir. No entanto, esse não é o único hard deck no paraquedismo. Hard decks são simplesmente a altitude acima da qual uma ação deve ocorrer ou abaixo da qual uma ação não deve ocorrer. O termo só tem significado no contexto, portanto, se você estiver confuso, não se esqueça de perguntar: “Hard deck para quê?”

NO BRASIL

Aqui no Brasil, nem o estatuto da CBPq nem o da ABPQD citam algo relacionado ao “hard deck” ou decisão de altitude, mas durante o curso AFF as escola costumam ensinar seus alunos que a altitude para qualquer decisão, seja realizar o procedimento de emergência ou pousar fora da área deve ser tomada até no máximo 2.500 pés.

Com o passar do tempo e com a experiencia adquirida essa altitude costuma mudar, alguns definem a altitude máxima para desconectar em 2.000 pés.

CONCLUSÃO

O seu hard deck ou altitude de decisão deve ser decidido junto a sua experiência, tipo de salto e a qual decisão você está falando, essa é sua decisão para desconectar? Escolher área alternativa? Comandar o reserva? Faça uma autoavaliação e se necessário procure o seu instrutor.


REFERÊNCIAS:

Gostou do artigo? Compartilhe!

Deixe o seu comentário!

Se inscrever
Notificação de
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência em nosso site.